domingo, 17 de janeiro de 2010

maior idade.

Lembro que quando eu era criança e vivia dizendo como era a minha vontade de ser grande, ser adulta.
Até uns dois anos eu contava os anos em contagem regressiva para os dezoito.
Mas agora vem a minha cabeça: Será que estou preparada ?

Cheguei à conclusão de que Peter Pan estava certo.
Pra que crescer e ser um adulto ? O mundo adulto é tão complicado ...

Contas pra pagar, aluguel disso e daquilo, faculdade, emprego, namoro sério ou casamento, carro, gasolina, inflação, estágios ...

Nós que somos jovens e estamos a beira desse colapso, não pensamos em tudo isso, pensamos no barato de terminar o colegial, entrar numa faculdade, baladas da faculdade, garotos da faculdade, gatinhas da faculdade, festinhas depois da aula, carro que acabou de ganhar, festa de dezoito anos, primeiro salário, como gastar o primeiro salário ...

E simplesmente esquecemos que faculdade é legal, mas precisa se manter, depois da festa vem a ressaca, pra ter o que gastar tem que ter dinheiro, pra tê-lo precisa-se trabalhar, pra ter carro precisa ser responsável e não beber quando for sair com ele.





Bom mesmo quando você era criança, sua unica responsabilidade era cuidar do brinquedo que acabou de ganhar, ou não tomar muito sorvete ou não cair da balança.

Quando nossos sonhos eram repletos de fantasias e cores, que ansiedade era esperar os ovos do Coelhinho da páscoa deixou perto da cama.
Ansiedade de não conseguir dormir de noite esperando o bom velhinho deixar um presente pra mim, depois de percorrer o mundo intiro distribuindo felicidade e esperança pra cada criança. Que decepção era só quando ganhava roupa ao invés de um brinquedo legal que brilhasse e fizesse barulho.
Quando correr a vontade não era problema, proque ninguem te chamava de louco, quando brincar de pega pega era super normal, quando a chuva era uma coisa gostosa que tornava as brincadeiras mais legais. Quando a fantasia era todo dia, e não o tema para uma festa de 15 anos. Qaundo você comia pra caramba e isso era sinal de uma criaça saudável e não de um adulto engordando e quando as festas tinham musica, amigos brincando, e não baladas com as pessoas se beijando sem saber quem é quem.

Enfim, ser criança era a melhor coisa que aconteceu com todos nós.
Não sofríamos desilusões, não tinhamos maldade e a unica coisa que nos fazia mal era o monstro ou o Bicho-Papão, não tinhamos frescura de tirar fotos.

E se todos nós um dia fomos crianças, brincamos, gritamos, corremos, assistimos desenhos, fizemos bolo e nos melecamos, com certeza nunca perderemos esse brilho dentro de nossos olhos.

E não precisaremos morrer de inveja do Peter Pan, porque crescemos sim, mas dentro de nós ainda existe um lado que sempre saberá por onde voar e nos salvar do mundo frio dos adultos, trazendo um pouco do calor da nossa infância.

11 comentários:

  1. A gente é criança e quer crescer e de repente cresce e quer ser criança novamente...
    Excelente post!Primeira vez no seu blog!

    ResponderExcluir
  2. Talita ótimo o blog, adorei o visual, já add aki nos meus favoritos!

    Abraços,

    Gustavo.

    ResponderExcluir
  3. é verdade, quem nunca ficou contando o tempo para ser adulto quando criança
    Adorei seu post!

    ResponderExcluir
  4. Você escreve tão bem *_*
    Há alguns meses postei algo falando sobre a infância, caso queira dar uma olhada

    http://araguim.blogspot.com/2009/11/atitude-de-crianca.html

    ResponderExcluir
  5. a vida e isso ae gata, a gente crece e fica querendo voltar na infancia ! mais voç escreve mt bem parabéens :)

    ResponderExcluir
  6. Boa sorte p/ o seu blog!
    Espero que retribua a visita!
    Meu blog é http://www.papodeinformatica.blogspot.com
    Quero a sua opinião! Vote na enquete que deixei lá no blog!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Ameei o seu texto, muito bem feito, realmente me fez ver as coisas de um jeito diferente!
    Continue com textos assim, vou voltar sempre pra ler :D
    Obrigada por seguir estamos seguindo também!

    ResponderExcluir
  9. Lindo demais. Realmente, pensando por esse lado, crescer não é tão bom quanto parece. Só depende de nós não deixar a criança dentro de nós morrer (:

    ResponderExcluir